Procrastinação: evite esse hábito e melhore o seu desempenho no trabalho!

Você já ouviu falar de procrastinação? O ato de procrastinar nada mais é que prorrogar a resolução de uma atividade, seja no trabalho ou até mesmo um compromisso importante.  

Procrastinação: por que acontece?

  Há diversos fatores que levam as pessoas adiarem uma tarefa como: ansiedade, desmotivação e preocupação. Isso pode acontecer quando o prazo de execução é curto, o que gera estresse e sentimento de culpa. Mas não se preocupe! É possível aplicar técnicas que vão te auxiliar a manter o foco!  

Faça uma agenda de atividades!  

Para diminuir a ansiedade, faça uma lista com todas as atividades que precisam ser desenvolvidas, as pessoas responsáveis por cada atividade e os prazos de entrega.  

Organização é tudo!  

Além da agenda de atividades, é importante organizar todo o seu material de trabalho para que não haja distrações durante a execução do projeto. Tire 5 minutos do dia e organize as gavetas, jogue fora tudo aquilo que não é mais usado e tenha os materiais necessários sempre por perto.  

Não tenha medo!  

A procrastinação, muitas vezes, acontece porque o funcionário tem dúvidas e medo de perguntar ao seu superior como lidar com a demanda de trabalho. Por isso, é importante que não só o funcionário vá até a sua liderança perguntar, mas também que o líder da equipe seja receptivo e esteja sempre atento as dificuldades de sua equipe.  

Avalie o seu comportamento! 

O que tira o seu foco do trabalho? Avalie o seu comportamento no trabalho e perceba quais são as maiores distrações. É a fofoca? É aquela mensagem que chega no seu celular? Ou o barulho? É importante notar o que te atrapalha, pois assim é possível criar um novo hábito de trabalho.  

Como criar um novo hábito?  

Nós nos acostumamos com a rotina, né? Por isso, você precisa de uma motivação para ter um novo hábito e, logo, uma nova rotina. Pense em como você será recompensado por deixar de lado a procrastinação. Mentalize a sua recompensa e siga firme em seu novo hábito. Não precisa ser radical. Você pode, por exemplo, mudar uma atitude procrastinadora por semana e, quando menos esperar, já estará totalmente imerso na nova rotina e com muito mais proatividade em seu ambiente de trabalho.  

 

  


Comente Aqui!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *