Os 3 inimigos da venda de qualidade

 

Vender mais e melhor é o desejo de 10 entre 10 empresas e disso ninguém tem dúvida, mas você já parou para pensar em como essa corrida maluca para alcançar números cada vez maiores tem tornado o “vender” um ato pobre e desesperado?

Sem pensar nas consequências dessa busca incessante por vendas, muitos empresários estão perdendo a chance em realizar grandes negócios por cederem ao capricho da quantidade e não da qualidade – e tudo por culpa dos 3 inimigos das vendas de qualidade.

Sim, inimigos. Pode parecer estranho usar esse termo, mas não há outra palavra que exemplifique melhor essas três atitudes auto sabotadoras que muitas pessoas costumam praticar na hora de efetivar uma venda.

Esses inimigos são:

Inimigo n°1: rotulação 

Uma das características mais inerentes ao ser humano moderno é o ato de rotular tudo aquilo que o cerca. Porém, rotular um cliente antes mesmo de conversar com ele e saber quais são suas necessidades e possibilidades financeiras é um dos inimigos mais astutos da venda de qualidade.

Ninguém gosta de ser rotulado, menos ainda quando entra em uma loja para comprar algo. Quando você rotula um cliente, subestimando seu poder de compra, sua tática de venda fica viciada e você pode cair na armadilha do “acho que isso não cabe no seu orçamento”.

Lembre-se que quem tem que dizer isso é o cliente e nunca, nunca o vendedor. Situações assim são extremamente constrangedoras e afetam a reputação da empresa, afinal de contas você nunca sabe quem realmente é aquele cliente e o que ele poderia – ou não – comprar de você.

Inimigo n°2: ansiedade

Inimigo dos mais perigosos das vendas de qualidade, a ansiedade dos vendedores é a principal causa de clientes insatisfeitos do mercado. Por quê? Pense comigo: quem aguenta uma pessoa falando um milhão de coisas, quando você só queria ouvir sobre uma delas?

Uma enxurrada de informações sobre produtos e serviços que o cliente nem deseja é a melhor forma de acabar com qualquer possibilidade de realizar uma venda de qualidade, por isso foque nas necessidades do cliente. Escute sua dor, busque a solução mais adequada e ao final da conversa, se o cliente demonstrar interesse, apresente outros serviços.

Vendedores ansiosos deixam os clientes desconfortáveis e com mais dúvidas do que certezas sobre o negócio.

Inimigo n°3: pechincha

Os inimigos anteriores tinham como grande alvo os clientes, só que o 3° e último inimigo da venda de qualidade mira todas as forças na sua empresa. Pechinchar, dar desconto, ajustar o preço são táticas necessária para fechar negócio, mas nem sempre.

Quando o vendedor cede demais no preço do produto para fechar a venda, o valor agregado do serviço é descartado pelo cliente e a margem de lucro da empresa fica comprometida.

Imagine só o que o cliente não vai pensar quando você oferece um serviço por um valor X e, durante a negociação, abaixa o valor final para metade do pedido anteriormente? Ele vai achar que você tentava passar a perna nele, ou que sua solução é uma mentira.

Além do mais, se o valor do serviço apresenta aquele valor é por que os custos de produção e lucros estão embutidos nele e se algo valor for alterado drasticamente toda a cadeia de produção vai sofrer.

Converse com o cliente, discutam o melhor preço, mas nunca comprometa a sua empresa para fechar um negócio – isso pode custar muito caro futuramente.

Cuide bem do seu negócio e proteja-o desses detalhes aparentemente inofensivos, mas que são verdadeiros inimigos do seu sucesso.

Comente Aqui!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *