Colaborador ruim x colaborador bom: como identificar?

O crescimento da sua empresa depende do time de colaboradores que trabalha com você. Mas, assim como em uma cesta de frutas, ter um único colaborador ruim pode estragar o resto da equipe e comprometer seu sucesso.

Como identificar um colaborador ruim, melhorá-lo ou eliminá-lo do time? Veja aqui.

Seu time precisa ser o melhor

Montar uma equipe de colaboradores competentes para realizar o trabalho e ter confiança nas atividades realizadas não é tarefa fácil, afinal de contas o crescimento da sua empresa depende dessas escolhas.

Na hora da entrevista é difícil identificar um colaborador ruim, mas ao longo dos dias de trabalho alguns comportamentos salientam o perfil de um colaborador ruim.

Quais são eles? Olhe só:

Colaborador que foge da responsabilidade? Fuja dele!

colaborador ruim

Qualquer cargo dentro de uma empresa traz consigo responsabilidades. Se um colaborador foge delas, fuja dele.

Quando um colaborador não quer saber das responsabilidades do seu cargo ele mostra que não se emprenha para o crescimento da empresa, pois não se compromete com os resultados – bons ou ruins – do negócio.

Um bom colaborador sabe que é responsável pelo sucesso da empresa e por isso trabalha seus resultados para atingir esse objetivo. Se ele não consegue, procura alternativas para alcança-lo e busca motivar os colegas para contribuir com o crescimento da empresa.

Como resolver: Busque conversar com seu colaborador e questioná-lo sobre as intenções dele dentro da empresa. Faça isso de forma amigável, sem parecer uma inquisição. Talvez você descubra que esse “colaborador  ruim” está com problemas pessoais que afetam seu desempenho, por exemplo.

Colaborador que abandona tarefas? Cuidado!

colaborador ruim

Sabe aquela solicitação que você fez há algum tempo, e seu colaborador nem ao menos te deu um feedback do porque ela não foi feita? Se isso for recorrente, cuidado: alerta de colaborador ruim.

No meio da rotina agitada de uma empresa é normal que um pedido ou outro seja esquecido pelo colaborador, ainda mais quando foi feito no boca a boca, sem documentar. Mas quando solicitações pontuais são feitas e deixadas para trás, é necessário rever a conduta do colaborador.

Não importa qual solicitação tenha sido feita. Se foi, é para o bem da empresa e abandoná-la significa que aquele colaborador não liga para o crescimento do negócio, só está interessado em receber seu salário ao final do mês e mais nada.

Já um bom colaborador é proativo e busca fazer o mais rápido aquilo que lhe foi solicitado, tanto rotinas do dia a dia quanto resolver problemas inesperados.

Como resolver: Se uma boa conversa não funcionar, talvez seja melhor desligar o colaborador ruim da empresa. A displicência com tarefas internas afeta todo o time de colaboradores e não é justo que os bons paguem pela falta de comprometimento de um único indivíduo.

Colaborador com reclamações de clientes? Preste atenção.

colaborador ruim

O maior feedback que sua empresa pode receber vem daqueles que são seu principal foco: os clientes. Se um de seus colaboradores recebe, com frequência, reclamação dos clientes, é preciso prestar atenção.

Normalmente, o mau atendimento é a reclamação número 1 desse tipo de colaborador, e cliente mal atendido não faz negócio nunca mais.

O bom colaborador não passa por isso, pois ele tem em mente que servir o cliente da melhor forma é a única maneira de fidelizá-lo, por isso não mede esforço na hora de atende-lo.

Como resolver: Não desligue de imediato o colaborador ruim por conta de reclamações de clientes. Muitas vezes, a pessoa não possui o preparo para lidar com clientes (que não são nada fáceis) e acaba passando uma má impressão.

Tenha uma conversa franca e pergunte se o colaborador deseja passar por um treinamento. Se sim, invista nisso. Caso nada disso resolva, já sabe.

[DIFICULDADE PARA LIDAR COM CLIENTES COMPLICADOS? CLIQUE AQUI]

Resumindo:

Sem um bom time de colaboradores sua empresa não vai crescer. Por isso, esteja atento ao comportamento de cada colaborador e, se notar algum dos pontos citados no texto, faça como o indicado: converse, pergunte o que ele espera da empresa, invista em treinamento.

Se nada disso funcionar, não comprometa o resto da equipe, procure um novo colaborador que queira estar no seu time.

BARRA PARA BLOG

Comments (2)

Comente Aqui!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *