Automonitoramento: ele vai acabar com o seu negócio?

Automonitoramento. Uma expressão conhecida em outros meios, mas que anda causando medo no segmento de monitoramento. Por que? Veja nesse texto que não há com o que se preocupar; pelo contrário, o automonitoramento é a oportunidade que o seu negócio precisava para crescer.

• Automonitoramento – de onde ele vem?

Para contar a história do automonitoramento, precisamos dar um passo para trás e falar sobre o nascimento do autorastreamento.

A mudança de comportamento do consumidor afetou muitos mercados, inclusive o mercado de rastreamento. Antes visto como um serviço 100% fornecido, ele passou a ser compartilhado entre empresa e cliente, ambos acompanhando cada movimento dos veículos.

Isso ocorreu devido ao desejo dos clientes de também participarem do processo, de estarem cientes de tudo o que acontece e não dependerem exclusivamente do contato da empresa de rastreamento.

 Automonitoramento

Essa interação ganhou o nome de autorastreamento, e tornou-se o diferencial de muitas empresas na hora de conquistar clientes e fechar novas vendas.

A mudança não fez com que as empresas de rastreamento perdessem clientes, muito pelo contrário. Para o que serviço de autorastreamento funcione, é preciso ter uma empresa com soluções de qualidade na retaguarda, apoiando e aprimorando as ferramentas para o cliente final.

Com o automonitoramento é a mesma coisa.

• Monitoramento interativo X Automonitoramento

Você pode não ter ouvido falar do termo automonitoramento, mas com certeza já ouvi falar do monitoramento interativo.

Salvo as diferenças linguísticas, as duas expressões significam a mesma coisa: cliente e empresa atuam juntos no acompanhamento e proteção do imóvel.

E funciona da mesma forma como no autorastreamento: sem a retaguarda da empresa de monitoramento, o cliente não consegue fazer NADA.

 Automonitoramento

Isso por que toda a tecnologia precisa provir de um lugar, e esse lugar é a empresa de monitoramento. É ela a responsável por cuidar dessa parte, além de cuidar do imóvel.

Não, essa função não sai da sua mão só por que o cliente também tem acesso.

Você continua responsável por alertá-lo caso algo ocorra, acionar socorro caso necessário e compartilhar quaisquer informações que o cliente precise sobre o monitoramento da sua casa, ou imóvel comercial. O acesso a esses dados só fica mais fácil, mais rápido.

Com o automonitoramento você não precisa ter colaboradores 24h acompanhando os imóveis, tudo é feito através do sistema. É mais prático para você, também!

Respondendo à pergunta do título: não, o automonitoramento não vai acabar com o seu negócio. Pelo contrário, ele vai dar o pontapé que faltava para a sua empresa decolar.

 Automonitoramento

A tendência de interação, com todos os serviços que rodeiam nosso dia a dia, é muito forte e cada vez mais próxima de todas as pessoas. Se você quer sair na frente, a hora de investir no automonitoramento é agora!

➤ E para isso, nada melhor que o FullArm!

A solução de monitoramento interativo (ou automonitoramento, se preferir), FullArm, reuniu tudo o que o mercado busca em soluções de monitoramento e condensou em um único app, com as ferramentas para Smart Security e Smart Home mais procuradas do segmento.

automonitoramento

Está com dúvidas sobre o mercado? Quer saber mais sobre o automonitoramento e a solução FullArm? Preencha o formulário abaixo e fale com um consultor:

 


Comente Aqui!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *