As 5 táticas de sucesso daqueles que crescem na crise

Em momentos de crise parece impossível crescer, não é mesmo? Os preços aumentam, a demanda de compra e o poder aquisitivo caem e a recessão baixa as portas de muitas empresas – inclusive a da sua empresa.

Não sou pessimista e dizendo que isso irá acontecer amanhã, mas com certeza você tem sentindo os malefícios dessa crise e encerrar as atividades do negócio em caso de prejuízos já foi cogitado.

Imagine todos os recursos financeiros e emocionais que você investiu no seu negócio sendo jogados na lata do lixo. Todo o tempo e esforço para construir credibilidade desperdiçados e tudo por que você não foi sábio o suficiente para aprender – e crescer – com a crise.

Ao contrário do que se pensa, crise é momento de crescimento e sobrevive a ela quem se adapta primeiro. Por isso listamos 5 táticas para você que quer espantar o fantasma da crise e ver a sua empresa se tornar um sucesso no mercado.

 

1. Não traga a crise para dentro da sua empresa.

A crise está sim a pleno vapor na nossa economia, mas quando ela ainda era apenas uma fagulha anunciada pela mídia, muitas empresas já entraram em estado de alerta, apertaram os cintos e entram em estado de hibernação: adormeceram seus projetos e até agora não sabem quando vão acordar. A estagnação por medo de falhar é o pior passo que uma empresa pode dar em períodos difíceis e isso se agrava quando o principal assunto dentro da empresa é “a crise”. Evite pensar o tempo todo sobre isso e não use a situação como muleta para empatar mudanças que estão no papel. Se você pensar na crise, você não sai do lugar. Agora é a hora de por as mudanças em prática e se destacar em um mercado cada vez mais minado pelo medo.

 

2. Aproveite a baixa concorrência.

Engana-se quem pensa que não existem mais áreas com pouca concorrência no mercado brasileiro. Elas existem sim e estão sedentas por mais negócios. Vamos tomar, por exemplo, o setor de rastreamento.

O setor de rastreamento é um mercado em franco crescimento na atualidade, mas ainda assim pouco explorado. Se você trabalha com monitoramento e sente que agora é a hora de melhorar o seu negócio, aumente as oportunidades de venda com a mesma carteira de clientes que você tem aí. Com baixíssimo investimento, invista em soluções de rastreamento e garanta a entrada em um mercado promissor que gerará lucros significativos. Em média 3x mais do que você fatura agora. Mas este tema é para outro texto que virá mais tarde.

 

3. Meça os riscos e faça ajustes.

Ao contrário do que muitos pensam a crise não agrava os riscos de falência, o que realmente afeta a empresa é uma má gestão financeira.

Conhecer as contas da sua empresa e estar pronto para lidar com eventuais quedas nos lucros é de fundamental importância para não deixar de crescer em períodos de economia crítica. Ter “caixa” faz toda a diferença na hora do aperto.

E para que isso aconteça se for necessário, faça ajustes nas contas da empresa e realoque colaboradores para outras áreas, para que nenhum setor perca capacidade de trabalho e ganho para a empresa.

 

4. Invista em motivação e inovação.

Do que adianta lutar contra a maré baixa se apenas você está motivado a ver o mar novamente, não é? Uma empresa não se faz sozinha e por isso todos aqueles que trabalham no negócio precisam estar na mesma frequência, trabalhando pelo mesmo objetivo.

Quando investimos nos nossos colaboradores e damos a eles voz para exporem suas ideias e opiniões quem cresce é o grupo e esse crescimento traz unicamente benefícios para a empresa.
Fomentar a discussão sobre novos projetos e portfólio da empresa com os colaboradores garante a estabilidade da base que sustenta a empresa, base essa formada por pelo time que leva o negócio à frente.

 

5. Otimize seus recursos – todos.

Em momentos de crise o ideal é fazer uma avaliação completa da estrutura da sua empresa, minimizando custos e maximizando a capacidade de trabalho de cada membro da sua equipe. Já imaginou como o uso de equipamentos de rastreamento na sua frota de carros faria a diferença nos custos no final do mês?

Se você está pensando em aumentar o leque de serviços do seu portfólio oferecendo serviços de rastreamento aos seus clientes também é válido utilizá-los na melhoria do seu negócio.
Rastreador não serve apenas para saber onde está o seu veículo, mas também para averiguar se o itinerário a ser cumprido naquele dia está em curso ou se foi deixado de lado por algum empecilho que, muitas vezes, nada tem a ver com o trabalho.

Já imaginou quanto tempo e combustível a sua empresa economizaria se seus funcionários cumprissem o cronograma diário a risca? E a empresa do seu cliente? Já parou para pensar nisso? Não é uma oferta irresistível? Quem não quer economizar recursos para lucrar mais?

Crescer na crise não é mito ou coisa para quem tem o toque de Midas, é para quem tem recursos e ferramentas que ajudam chegar ao sucesso, e sabe que o segredo disso está em um portfólio diversificado aliado à competência e ao preparo de toda a equipe. E lembre-se: ser empresário é uma montanha russa. Tem que abraçar o desafio e seguir em frente.

Está na hora de você crescer e a hora é agora.

Comente Aqui!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *